Conheça 5 etapas para o desafio de uma entrevista à imprensa

Se você já foi confrontado com uma pergunta "pegadinha" durante uma entrevista coletiva - o tipo de pergunta que faz você coçar a cabeça, suar ou se contorcer na sua cadeira - você sabe como é ficar numa “saia justa”. A forma como você lida e responde a perguntas durante uma entrevista coletiva terá um impacto significativo no resultado da história.

É claro que há vários tópicos que podem ser utilizados para uma entrevista à imprensa desafiadora. Se sua empresa foi pega em um escândalo ou se houver rumores de irregularidades, você provavelmente terá mais de uma pergunta incômoda. Se o seu negócio não está indo bem, você deve esperar uma pergunta sobre como você vai mudar as coisas. Se a sua empresa está sofrendo com a rotatividade frequente de funcionários e a notícia está se espalhando nas mídias sociais sobre uma cultura de empresa ruim, você deve antecipar um repórter que quer ir além. Esses são, exatamente, os tipos de perguntas difíceis que um repórter perguntaria.

Uma pegadinha, por outro lado, fará você se sentir como se estivesse em uma situação sem vitória, não importa o que disser. Uma pergunta te pegará de surpresa, te tropeçará ou te prenderá com um cenário hipotético que pode inflamar a fábrica de rumores. É importante manter a calma se você for perguntado sobre esses tipos de perguntas. Não se deixe levar por algo que você vai se arrepender depois.

Aqui estão algumas dicas sobre como a assessoria de imprensa pode trabalhar a favor de sua marca, preparando-o/a para a sua próxima entrevista à imprensa, de maneira que você possa lidar com quaisquer questões desafiadoras que possam surgir em seu caminho.

 

1-    Faça sua lição de casa, conhecendo o repórter antes da entrevista

O repórter fará uma pesquisa sobre você e a sua empresa. Você deve fazer o mesmo sobre o repórter e a publicação. Leia sobre o histórico do repórter e, mais importante, leia seus artigos anteriores. Você será capaz de captar seu tom, estilo e os tipos de perguntas que ele gosta de perguntar, aprendendo e entendendo o que ele já cobriu sobre a sua empresa ou os seus concorrentes no passado. Se possível, faça tantas perguntas antes da entrevista para saber mais sobre o ângulo do repórter e verifique a direção que o artigo pode tomar.

 

2-    Prepare suas principais falas, com as mensagens que deseja passar

Atenha-se a três ou quatro mensagens que deseja transmitir na entrevista. Estes são os principais tópicos que você deseja que o público se lembre. Independentemente da pergunta que você faz, sempre reforce essas mensagens como ponto chave em suas respostas. Se você precisar redirecionar a conversa a qualquer momento, use pontes verbais ("O importante a lembrar é ...") para conduzir a entrevista de volta ao território confortável.

 

3-    Não morda a isca

Se um repórter faz uma declaração ou faz uma pergunta que você não pode verificar - talvez ele tenha falado com um cliente insatisfeito - diga a ele que você precisa saber mais sobre a situação e você o responderá após a entrevista, assim que ciente do ocorrido. Também é aceitável lembrar ao repórter sobre o que é a sua entrevista: "Estamos aqui para discutir o tema X, e o que posso dizer sobre isso é ...".

 

4-    Não repita a linguagem negativa

É natural repetir parte de uma pergunta quando você a responde. Mas, se você fizer isso com uma pergunta que inclua uma linguagem negativa durante uma entrevista coletiva, ela poderá se transformar em uma manchete negativa. Quando você ouvir uma frase negativa, diga algo positivo sobre como você está lidando com a situação.

 

5-    Confira as notícias do dia antes da entrevista

Certifique-se de estar atualizado sobre as notícias do dia, especialmente no que se refere ao seu setor. Se você está sendo entrevistado em um dia em que há notícias de última hora em seu setor, você provavelmente será convidado a comentar sobre isso. Pense em uma estratégia de como você quer posicionar sua empresa em relação às notícias de última hora.

No final do dia, um repórter quer escrever uma história que seja interessante. Sempre há altos, baixos e pivôs nos negócios, e as informações que você está disposto a compartilhar sobre a jornada é o que contribui para uma ótima história. No entanto, há sempre uma chance que você poderia entrar em um momento de pegadinha. Não fique na defensiva. Trate-a como uma oportunidade para contar sua história e demonstrar o que a sua empresa faz de melhor.


Peça seu orçamento Solicitar Orçamento
Newsletter