Importância da comunicação na área da Saúde

A comunicação na área da saúde tem um peso muito grande, afinal, trata-se da disseminação de dados ou orientações que estão relacionadas diretamente à vida de diversas pessoas. Atualmente, com a pandemia da Covid-19, essa situação ganhou ainda mais destaque devido aos riscos de contágios e, possíveis, mortes. 

Nunca os órgãos de imprensa e esforços de comunicação foram tão essenciais: uma informação certa, na hora certa pode salvar vidas. E a luta contra fake news, uma verdadeira praga em nosso dia a dia, também faz parte do trabalho de jornalistas em todo o mundo.

Agora, neste período de vacinação global, por exemplo, todos os focos estão em levar orientações médicas o mais precisas possíveis para que todos possam se sentir tranquilos em relação ao que precisam fazer.  Afinal, as vacinas só são eficazes se um número suficiente de pessoas as tomar e persuadi-las a fazer isso representa um enorme desafio para as empresas farmacêuticas, prestadores de serviços médicos e agências de saúde.

Um estudo recente publicado no The Lancet descobriu que o declínio da confiança nas vacinas impediu os esforços de inoculação e, em alguns casos, levou a “surtos” em casos de doenças evitáveis ​​por vacinas, como o sarampo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou a nomear a hesitação à vacina como uma das 10 principais ameaças à saúde global.

Glen Halliwell, diretor da unidade de negócios da agência de saúde Publicis Langland, descreve a aprovação atual em relação à vacinação preventiva à Covid-19 como “uma ótima notícia”, mas observa também que “ninguém jamais lançou uma vacina tão rapidamente quanto esta”.

Lee Fraser, diretor médico da Digitas Health desde 2014 e pesquisador de medicamentos moleculares há mais de uma década, descreve a escala desse desafio, em entrevista ao The Drum: “para que as vacinas tenham sucesso em acabar com a pandemia, precisaremos obter taxas de vacinação na faixa média de 70%, no mínimo. Em um clima em que vimos um declínio na crença do público na ciência e a erosão dos fatos em favor da opinião pública e social, os estudos sugerem que apenas 60% das pessoas estão atualmente dispostas a receber uma vacina. É claro que precisamos impulsionar a confiança para obter imunidade coletiva e acabar com a pandemia ”.

 

Impulsionador de reputação

Uma questão que pode complicar as campanhas de comunicação de vacinas é a percepção pública das próprias empresas farmacêuticas. Apesar de seu papel na criação de vacinas que salvam vidas, empresas como a Pfizer e a Moderna não são empresas altruístas. “Minha opinião é que o desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus deu às empresas farmacêuticas um reforço de reputação há muito esperado. Ainda assim, a forma [...] como eles cobram os preços de seus medicamentos e serviços criou enormes níveis de tensão em todo o mundo - especialmente nos EUA”, diz Claire Gillis, diretora executiva internacional da WPP Health Practice.

Esse tipo de tensão é o que pode complicar, em muito, o trabalho de comunicar os benefícios de um medicamento, ou neste caso, de uma  vacina ao público. Não por acaso, a Pfizer lançou sua primeira campanha de marca ancorada no slogan 'A ciência vai vencer' e Gillis observa: “'quando falamos a ciência vai vencer' trata-se de mudar a percepção de que as empresas farmacêuticas lucram com a saúde e com a doença”.

No entanto, ela acredita que uma maior conscientização do público sobre o processo científico por trás da produção de vacinas - dos riscos financeiros dos fabricantes de medicamentos e da colaboração que vem ocorrendo nos bastidores - pode ajudar a reabilitar a imagem do setor. “Não há outras indústrias que se empenhem tanto no desenvolvimento com tão pouco retorno”, salienta.

O que concluímos com isso? Que comunicar bem todos os dias é fundamental. Ainda mais em períodos de crise, de pandemia, mas também em períodos normais. Porque é a reputação de sua marca que está em jogo, e no setor da saúde ainda mais, afinal, os principais objetivos são sempre pensar na prevenção de doenças e promover uma vida melhor.

 

 

Peça seu orçamento Solicitar Orçamento
Newsletter