5 dicas para ajudar seu marketing de conteúdo (e sua empresa) a sobreviver na pós-pandemia

Um dos mestres do Content Marketing, Joe Polizzi, escreveu recentemente um artigo para o site Content Marketing Institute, onde comenta sobre a necessidade da permanência de conversa com seu público em períodos de crise. Sabe-se que sempre após uma crise há o retorno de economia e, nele, as pessoas terão em mente aquelas marcas que souberam melhor se comunicar/posicionar no momento crítico. 

“Quando estávamos começando a sair da recessão em 2010, o Content Marketing Institute rapidamente se tornou o principal recurso para a educação em marketing de conteúdo, não porque tivéssemos algum segredo, mas simplesmente porque investimos em nosso público durante dois anos, quando todo mundo ficou em silêncio (ou saiu do negócio)”, diz o autor em seu artigo Corona Marketing: o que os profissionais de marketing precisam fazer agora para sobreviver à crise .

O que ele quer dizer é que este momento é único e apesar dos temores, ele precisa ser aproveitado da melhor maneira possível. É onde entra o Marketing de Conteúdo! Para isso, o guru do setor oferece em seu artigo algumas dicas fundamentais para os profissionais de marketing ou mesmo a gestores de negócios que não querem ficar no esquecimento quando tudo isso acabar. Separamos 5 delas, que seguem abaixo:

1. Revise seus objetivos

Goste ou não, você precisa fazer alterações na sua estratégia de marketing e de conteúdo. Não amanhã. Hoje! Em quase todos os casos, as necessidades e desejos dos públicos com os quais você se comunica foram alteradas. Precisamos nos adaptar para isso em nossas estratégias.

2. Foco

Há um tempo para amplos esforços de comunicação e conteúdo, mas esse não é um deles. Agora é a hora de focar. Dentro da sua audiência que você está alvejando, existe um segmento que poderia ser mais lucrativo que os outros? Seu esforço de marketing de conteúdo depende de mudanças radicais nas mentes e nos comportamentos das pessoas? Isso é extremamente difícil no ambiente atual. Mas, você pode recalibrar e se concentrar em reunir os que já estão interessados ​​no que tem a dizer.

Durante uma crise econômica como essa, é sempre melhor focar em um grupo de público menor e mais rentável. Quando a economia começar a crescer novamente, você poderá ampliar absolutamente sua base de público.

3. Direcionamento do seu conteúdo

O direcionamento do conteúdo é aquela área de pouca ou nenhuma concorrência na web que realmente oferece a chance de um lutador se destacar e se tornar relevante. É o que faz você não apenas diferente, mas tão diferente, que você é notado pelo seu público. Essa audiência recompensa você com sua atenção.

É necessário "direcionar" seu conteúdo o suficiente para realmente tenha uma história diferente a contar, caso contrário você provavelmente verá seu conteúdo desaparecer e ser esquecido. Agora é a hora de realmente ficar focado.

 

4. Comunicação interna

Atrás da minha mesa, tenho um recorte da B2B Magazine (lembram dessa revista?) colado na parede. É de 13 de janeiro de 2003. O autor é Don Schultz, sem dúvida o pai do marketing integrado. Nele, Don diz: “[...] o marketing interno é mais vital que o marketing externo. Os funcionários voltados para o cliente, e não o marketing externo, impulsionam a aquisição e retenção de clientes”. Isso é verdade agora, mais do que nunca. Agora pode não ser o momento de criar mais conteúdo, mas fazê-lo funcionar melhor.

Pode ser um simples boletim informativo por e-mail para os vendedores notificando-os sobre suas novas iniciativas de conteúdo e diferentes maneiras de usá-lo. Poderia ser um podcast semanal falando sobre notícias da empresa (faça parceria com o RH nisso). Poderia ser um boletim informativo regular para os funcionários, informando como a empresa está superando as dificuldades.  Lembre-se de que seus funcionários são sempre o seu melhor ativo de marketing. 

 

5. Comece a matar canais sociais

O grande experimento acabou. Se você é como a maioria dos departamentos de marketing e possui várias contas de mídia social em todas as redes, você provavelmente ainda também uma conta no TikTok. Bem, é hora de fazer uma limpeza. 

Faça a si mesmo estas perguntas:

  • Você tem uma meta para cada canal?
  • Você está cumprindo seus objetivos (ou pelo menos indo na direção certa)?
  • Você está segmentando muitos públicos-alvo com seus canais sociais?
  • Seu plano de conteúdo para esse canal está funcionando? É consistente?

Após essa análise, você provavelmente descobrirá que alguns canais estão funcionando bem, alguns estão OK e alguns não estão fazendo absolutamente nada e são uma perda de recursos.

O que você deveria fazer? Os canais sociais que drenam os recursos devem ser eliminados e transformados em canais de escuta (apenas feedback). Aqueles em que você está “OK” precisam ser tratados adequadamente. Isso significa investir o conteúdo, a cadência e os recursos adequados para torná-los ótimos ou matá-los também.

Lembre-se de que você NÃO precisa estar em qualquer lugar em que seu público esteja na web social. Tome uma decisão estratégica para estar nos locais em que você pode servir fielmente seu público e, ao mesmo tempo, ajudar seus negócios.

 

Fonte: https://contentmarketinginstitute.com/2020/05/content-marketing-survive-pandemic/

 

 


Peça seu orçamento Solicitar Orçamento
Newsletter